Resistir ou fugir? Como canalizar sua ansiedade no trabalho para uma melhor produtividade

ansiedade no trabalho

Este é você? São 4 horas da tarde e você sabe que tem uma pilha de trabalhos para terminar antes do final do dia.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que cerca de 18,6 milhões de adultos no Brasil são afetados pela ansiedade.

A cultura do trabalho parece ser especialmente difícil para as pessoas. Uma pesquisa da Anxiety and Depression Society of America afirma que 56% dos ansiosos lida especificamente com a ansiedade no trabalho.

Uma coisa é certa – existe 50% de chances de que aquele seu chefe inabalável esteja sentindo uma crise de ansiedade no trabalho.

A ansiedade existe em um espectro emocional variado. Em uma extremidade do espectro você tem baixo nível de inquietação emocional.

Por exemplo, você tem uma apresentação para um grande cliente chegando, ou seu carro está fazendo um barulho estranho e você não tem dinheiro para consertar.

Na outra extremidade do espectro de ansiedade está um pânico desesperador, de arrepiar os cabelos: Tem literalmente uma onça no seu quintal, ou sua casa está pegando fogo, esse tipo de coisas.

Quando você experimenta um pânico desses, suas glândulas adrenais despejam cortisol e adrenalina no sistema, fazendo com que sua pressão arterial suba e o seu coração dispare.

Esta onda de energia permite que você (ao menos esperamos) escape do ataque da onça. Sem esse mecanismo de resposta do tipo “reagir ou fugir”, você morreria.

Mas quando seu corpo reage com os níveis de ansiedade de “onça no quintal” para os problemas relacionados a “apresentação do cliente”, a ansiedade no trabalho deixa de ser útil

Ansiedade no Trabalho X Estresse

Ansiedade não é a mesma coisa que o estresse, mas ambos estão relacionados. O estresse é uma resposta aos estímulos externos diretos e desaparece quando você resolve o problema.

Mas, ao contrário do estresse, a ansiedade é impressionantemente autosuficiente. Ela pode continuar existindo, toda feliz, por si só, como um delicado floco de neve de temor existencial que não vai derreter quando o sol nascer.

Se você sentir aquele enorme alívio depois de terminar a apresentação no cliente, é o estresse no local de trabalho dizendo adeus depois de fazer a sua parte.

Se, no entanto, você se sente constantemente com um temor residual quando pensa em seu trabalho, então isso é a ansiedade no trabalho obstinadamente recusando-se a tirar um dia de folga.

Viver com um sentimento residual de pavor exige esforço. É como ter dois empregos. E qualquer um que já trabalhou em dois empregos sabe que o desempenho e a produtividade no trabalho sofrem um golpe.

A natureza nos programou para querermos nos sentir produtivos, porque esse tem sido nosso imperativo biológico há muito tempo.

Nas primeiras sociedades humanas, as pessoas improdutivas acabavam simplesmente morrendo. A escassez de recursos era uma ameaça existencial, e a ansiedade em torno disso é uma relíquia evolutiva dos tempos mais difíceis. Mas nosso sistema nervoso ainda não descobriu isso.

“Mas quando seu corpo reage com os níveis de ansiedade de “onça no quintal” para os problemas relacionados a “apresentação no cliente”, a ansiedade no trabalho deixa de ser útil”

A ansiedade desgasta as pessoas e seu desempenho no trabalho cai mais ainda. Você se culpa por não entregar tudo que deveria com uma nova resposta ansiosa, então você começa a repetir esse processo.

6 Teorias para Superar a Ansiedade no Trabalho

teorias da ansiedade no trabalhoAqui está um resumo de diferentes ideias sobre como canalizar sua ansiedade. Encontre a que funciona melhor para você:

Não se Acalme

Você pode achar que a resposta natural à ansiedade no trabalho é dar algumas respirações profundas, encontrar um lugar calmo e tentar organizar seus pensamentos.

Alison Wood Brooks, da Harvard Business School, discorda. Ela defende a “reavaliação ansiosa”.

Em vez de tentar se acalmar para afastar a ansiedade, reformule os sentimentos de excitação e converta a ansiedade, de um sentimento relacionada ao desempenho, em um sentimento relacionado a atingir metas.

É o que ela chama de “a congruência com a excitação” – um termo extravagante para canalizar esse fluxo de adrenalina que vem da alta ansiedade em situações de esforço positivo, em vez de simplesmente tentar “manter a calma e continuar“, quando isso não parece o melhor a fazer.

A parte crucial é simplesmente aceitar que você está ansioso. É fácil perder tempo e energia tentando combater a ansiedade em todas as frentes. Então, não faça isso.

Não se Deixa Paralisar na Hora de Decidir

Pessoas ansiosas estão muito familiarizadas com o desagradável sentimento que causa uma espécie de letargia sempre que é preciso tomar muitas decisões de uma vez.

Para combater o cansaço de decidir, pode ser preciso algo mais do que apenas usar a mesma roupa todos os dias, como fazem Barack Obama e Mark Zuckerberg.

Você tem uma quantidade limitada de força de vontade por dia, então você precisa tratar seus momentos de tomada de decisão com cuidado.

Prioridades conflitantes e a falta de definição de metas claras acabarão por levar ao cansaço de decidir em sua vida profissional. Como ressalta a Harvard Business Review, a multitarefa te rouba os pontos de finalização de tarefas claros. Eles são cruciais para o sentimento de realização da pessoa ansiosa.

Em vez disso, use sua ansiedade para acessar os sentimentos de realização. Se você usa o Trello, ao invés de criar um cartão ou checklist com o nome “Artigo Concluído”, quebre este objetivo em microtarefas.

trello ajuda na ansiedade no trabalho

Comprometa-se a escrever as primeiras 300 palavras

Ticar um item de sua lista é uma vitória e, psicologicamente, pequenas realizações levam a maiores.

Tim Ferriss recomenda ir mais longe para gerenciar a ansiedade no trabalho induzida pela baixa produtividade.

Reserve três horas para completar uma pequena tarefa, mesmo que isso signifique adiar outras tarefas urgentes. Usar o seu tempo para realizar algo específico é certamente melhor do que ficar hesitando entres três tarefas importantes e não completar nenhuma.

Use sua Ansiedade como um Barômetro de Produtividade

Pesquisas realizadas na Universidade de Ciências e Tecnologia do Missouri sugerem que as flutuações no foco podem ser um sinal de alerta precoce de ansiedade no trabalho iminente.

Se você alternar entre tarefas, procurar distrações e evitar encarar seus objetivos, isso poderia ser um sinal do começo de um episódio de ansiedade.

Monitorando suas flutuações de produtividade você terá essencialmente um sistema de alerta precoce de ansiedade. Se você sempre se culpa por não fazer o suficiente, acaba ficando muito fácil não conseguir perceber suas realizações diárias. Lembre-se que nem sempre o problema é o que você não fez.

Você pode até usar as etiquetas do Trello para classificar seus cartões de tarefas e documentar como elas te fazem sentir. Registre as flutuações em sua motivação e no seu humor.

Isso vai te ajudar a detectar gatilhos relacionados a objetivos e esclarecer de onde vem a ansiedade relacionada ao trabalho.

É um tipo específico de tarefa? É um cliente específico? O prazo está relacionado com isso?

Esta técnica irá construir uma imagem mais clara de padrões que podem desencadear aquele sentimento de que você está sobrecarregado. Uma vez que você sabe o que faz seu termômetro de ansiedade disparar, você vai poder planejar seu trabalho de acordo com isso.

ansiedade-no-trabalho

 

Saia da Rede

Nomofobia é o medo de não estar conectado a um dispositivo. De acordo com a Scientific American, a nomofobia surge de acordo com “o grau em que dependemos de telefones para completar tarefas básicas e para atender necessidades importantes, como aprendizado, segurança, permanecer conectado à informação e outros”.

A necessidade de estar constantemente ligado à informação pode nos desviar das prioridades.

Em um estudo recente realizado por uma empresa de entregas e logística em Londres, os cientistas analisaram as pesquisas mais comuns do Google relacionadas aos destinos turísticos mais populares do mundo.

A pesquisa mais comum foi “Será que ______ tem WiFi?”. Isso acontece até em buscas na web relacionadas a jardins zoológicos e salões de beleza.

Sua produtividade ao trabalhar não deve depender de sua habilidade em ficar on-line. Na verdade, ao se desconectar, você remove uma série de barreiras à produtividade. Você pode dizer adeus àquele monte de abas abertas em seu navegador, para começar.

Na verdade, como Claire Karjalainen destaca neste artigo sobre a produtividade em um avião, as pessoas produtivas buscam ativamente zonas sem WiFi.

O Autor e fundador da HARO, Pete Shankman, reservou um voo de volta a Tóquio com a única intenção de escrever um livro livre de distrações.

Fotografe a tela com as informações importantes e coloque todos os dados que você precisa em um documento de texto, depois, desconecte-se do WiFi e veja como suas entregas vão atingir picos de produtividade.

Exija Feedback

Se sua ansiedade sobe quando não está claro qual é seu objetivo, então é importante exigir um feedback de alta qualidade.

Ficar toda hora tentando esclarecer os pontos importantes da tarefa, não só pode prejudicar sua produtividade, como pode também fazer com que as pessoas menos assertivas pareçam umas chatas para os clientes.

Uma pesquisa conduzida pelo Approve.io, uma ferramenta de feedback rápido para freelancers que trabalham remotamente por meio de teletrabalho, revelou que um feedback sem uma definição clara do pontos principais, de forma específica, pode levar à ansiedade.

O professor de psicologia organizacional Sir Cary Cooper, que contribuiu para o estudo, acredita que um feedback significativo é a chave para reduzir a ansiedade no trabalho relacionada à produtividade. Ele escreve:

“A experiência de freelancers isolados fisicamente de seus clientes torna, muitas vezes, muito mais difícil obter um feedback significativo e viável nos projetos. Comentários e solicitações por e-mail podem não ser suficientemente claros. 

A falta de clareza dos clientes pode levar o fornecedor ao estresse, especialmente se ele está receoso de incomodar seus clientes com pedidos de feedback ou explicações melhores”

Ele recomenda reuniões presenciais regularmente, fisicamente ou por vídeo, para manter o ciclo de feedback dentro do cronograma – e manter essa ansiedade desnecessária de fora.

Lembre-se de Pegar Leve com Você Mesmo

Perdoe-se, se necessário. E lembre-se de que a produtividade não é igual a desempenho.

Nenhuma das técnicas acima terá um impacto a menos que você esteja pronto para parar de punir-se hoje, para saber como sua ansiedade afeta a produtividade.

É improvável que você nunca mais vá parar completamente de sentir esses frios na barriga aparecendo do nada, por isso, não desperdice energia preciosa tentando.

Em vez disso, use essa energia para obter pequenas vitórias e ganhos incrementais que alimentam um sentimento de realização e progresso.

Compartilhe esse artigo:

Postagens Relacionadas

Trello on various platforms

Using Trello at Work

Sign up for Trello Business Class to learn how your entire team can maximize productivity.

Saiba mais