4 Métodos Cientificamente Comprovados Para Parar de Procrastinar

como parar de procrastinarVocê tem um projeto enorme com o prazo se aproximando a toda velocidade, e você sabe que deveria começar a trabalhar, mas você simplesmente não consegue parar de procrastinar. Em vez de trabalhar, você responde a alguns e-mails, organiza suas pastas, liga para sua avó, e lava toda a louça – qualquer coisa para adiar esse famigerado projeto só um pouquinho.

Obviamente, esse não é o método mais produtivo que existe, especialmente quando você realmente precisa colocar a mão na massa e terminar esse maldito projeto que está na sua lista de tarefas há semanas.

Mas o que você pode fazer para se inspirar a começar a avançar nesses projetos que parecem ser imensos e inacabáveis? Parece que a ciência encontrou ótimas soluções.

Por Que Você Sempre Adia os Projetos Importantes?

Existem algumas razões psicológicas que podem fazer com que você seja seu pior inimigo no que diz respeito a avançar em grandes projetos. Muitas vezes, tudo se resume a uma autossabotagem da sua produtividade; pesquisadores descobriram que isso pode vir de um esforço subconsciente de autopreservação.

Se você fizer algo que é o exato contrário do que você deveria estar fazendo (por exemplo, limpar seu inbox em vez de fazer o esboço do relatório importante), você estará criando uma desculpa – um elemento externo que você poderá culpar por não ter feito progresso algum.

Outras pesquisas cientificas ilustram outras maneiras em que seu cérebro pode estar te passando a perna. Um estudo realizado pela Universidade de Yale descobriu que seu cérebro tenta simular trabalho produtivo enchendo seu tempo com tarefas pequenas e facilmente realizáveis na sua lista de tarefas. Você não estará realizando nada do seu projeto importante, mas estará sentindo que está sendo produtivo.

Seu cérebro é mesmo um malandrinho, não é?

Como Parar de Procrastinar e Realmente Começar a Trabalhar

Mesmo que “just do it” seja um slogan legal, não e exatamente um conselho muito útil ou motivador para sua produtividade. Afinal, se você tivesse a força de vontade de simplesmente fazer as coisas, você já teria feito.

Então aqui estão quatro dicas comprovadas cientificamente para que você finalmente pare de procrastinar:

1. Estabeleça Pequenas Etapas Seguindo o Princípio do Progresso

set_mini_milestones

Você sabe que cumprir uma tarefa enorme ou um projeto desafiador é incrível, mas não é sempre tão simples assim. Ao menos que você seja algum tipo de super-herói da produtividade, você não terá ondas de genialidade e produtividade todos os dias.

Por essa razão, dividir uma tarefa grande em pequenas etapas é um ótimo truque de produtividade. Primeiramente, cria um roteiro claro de ações que você pode seguir para atingir a meta final. Em vez de sentir que você não tem a mínima ideia de por onde começar, você terá um esqueleto detalhado do que deverá acontecer, e quando.

Pesquisas recentes delineiam um fenômeno chamado “princípio do progresso” que explica que, de todas as coisas que podem turbinar as emoções e percepções durante um dia de trabalho, a mais importante é avançar em um projeto significativo. Aprender a reconhecer e celebrar essas pequenas realizações dentro de um projeto maior irá aumentar seu humor e sua motivação de maneira significativa.

Resumindo, a felicidade e a produtividade estão mais ligadas que você imagina. Então vá fundo e faça sua dancinha da felicidade quando conseguir terminar uma etapa; sua produtividade agradece.

2. Estabeleça Prazos Acirrados

Print

Qual dessas afirmações dá um maior sentimento de urgência: esse projeto importante deve ser entregue em dois meses ou em 60 dias?

Se você for como a maioria das pessoas, o prazo delineado em dias instaura um sentimento muito maior de urgência. É um pouco contra intuitivo, você poderia penar que o número maior seria um pouco mais confortante. Porém, delimitar tarefas em dias (em vez de em meses) pode realmente ajudar a ter aquele chute no traseiro de que você precisa para trabalhar.

Durante um estudo realizado na Universidade de Michigan e na USC, participantes foram divididos em dois grupos. Perguntaram ao primeiro grupo se eles fossem se aposentar em 40 anos, quando eles deveriam começar a economizar para a aposentadoria. Perguntaram ao segundo grupo se eles fossem se aposentar em 14.600 dias (o equivalente a 40 anos), quando deveriam começar a economizar?

Como previsto, o grupo que recebeu o tempo medido em dias sentiu mais urgência para começar a economizar mais cedo comparado com o grupo que recebeu a medida em anos.

Mas por quê? De acordo com os pesquisadores, estabelecer prazos em dias conecta melhor seu “eu” futuro com seu “eu” presente, aumentando assim o sentimento de que o tempo está se esgotando.

3. Você Não Está Fazendo Uma Maratona

not_running_marathon

Quando você tem um prazo que se aproxima como uma tempestade escura, é muito fácil pensar que o que você deve fazer é se estacionar na frente do computador até que você esteja exausto e com olheiras até os joelhos, até a madrugada.

Mas, como descobertas cientificas indicam, você teria melhores resultados se trabalhasse aos pouquinhos em vez de fazer maratonas de trabalho. Na verdade, fazer sessões de trabalho de 52 minutos com pausas de 17 minutos pode ser o ideal absoluto para aumentar sua produtividade.

Se você não gostar desses horários malucos, a Técnica Pomodoro é um método de gestão do tempo de 25 minutos que ajudará que você tenha certeza de que está tomando suas pausas quando deve, e que seu cérebro tem tempo de recuperar o fôlego.

Pode parecer contra produtivo fazer pausas quando você está tentando acabar algo rápido. Contudo, elas podem realmente ajudar sua sanidade e sua produtividade. Além do que, a ciência está aqui para apoiá-las. Pesquisadores analisaram as atividades cerebrais de pessoas que estavam sonhando acordadas, e descobriram que regiões associadas com resoluções de problemas complexos estavam altamente ativas durante esse período:

daydreamingCrédito da imagem: Buffer

Contra intuitivo? Talvez. Produtivo? Com certeza.

4. Seu Stress Está Te Autossabotando

Print

Mesmo que a dica de tomar uma distância e respirar um pouco possa parecer um clichê, ela é realmente válida.

Níveis elevados de stress podem destruir sua produtividade. Como mostra essa pesquisa da Towers Watson, 57% dos funcionários que sofrem com stress elevado no trabalho eram significativamente menos produtivos, e até se sentiam desengajados do próprio trabalho.

De acordo com pesquisas realizadas pela Tower Watson, existem correlações surpreendentes entre stress e produtividade (ou a falta dela):

  • 57% dos funcionários que sentiam altos níveis de stress no trabalho se sentiam menos produtivos e desengajados
  • 68% dos funcionários sentiam que as horas de que precisavam para completar o trabalho a cada dia não cabiam no dia de trabalho
  • Altos níveis de stress no trabalho estão correlacionados com absenteísmo

Então se você sentir um nó na barriga e você estiver suando frio, descanse um pouco vá respirar. Você poderá atacar seu projeto com muito mais foco, atenção e com menos pânico.

Pare de Procrastinar, de Verdade Dessa Vez

Esses projetos grandes que você andou adiando já devem ser suficientes para criar um nó na barriga e uma sensação de desastre iminente. Mas você não precisa se esconder em baixo de sua mesa e se esconder até que ele desapareça – isso não irá ajudar em nada além de rasgar sua calça no joelho.

Em vez disso, siga esses quatro métodos cientificamente comprovados, e ataque esse projeto assustador de uma vez por todas – ou, pelo menos até que o próximo apareça.

Compartilhe esse artigo:

Postagens Relacionadas

Trello on various platforms

Using Trello at Work

Sign up for Trello Business Class to learn how your entire team can maximize productivity.

Saiba mais