Como desenvolver uma força de vontade infinita

força de vontade

Até recentemente, o entendimento popular era que a força de vontade funcionava de um jeito muito parecido como um tanque de gasolina.

A cada decisão difícil que você fazia ao longo do dia (acordar cedo para a aula de Spinning, resistir a uma pausa para olhar o Facebook durante o trabalho, comer salada em vez de pizza), você consumia parte de sua força de vontade disponível.

Com base nessa teoria, até o final do dia seus recursos são gastos, tornando quase impossível reunir a energia mental necessária para trabalhar naquele livro que você quer escrever em vez de assistir TV.

Como ter força de vontade, desse jeito?

Historicamente, esse modelo limitado de como ter força de vontade era conhecido como “esgotamento do ego”. Pesquisas recentes, no entanto, sugerem que podemos ter entendido tudo errado.

Longe de ser um tanque de gasolina ou um músculo mental que se cansa, a força de vontade pode não ter qualquer limite, no final das contas!

mind-blown

Mas se a força de vontade é ilimitada, por que, então, às vezes nos sentimos acabados, e como podemos aproveitar essa energia potencialmente infinita?

Por que o esgotamento do ego é uma definição simplista demais

força de vontade baixa

A ideia dos novos estudos e das críticas não é dizer que o esgotamento do ego está oficialmente descartado, mas que seu efeito pode não ser tão forte quanto os pesquisadores pensavam anteriormente.

Também pode haver mais de uma maneira de experimentar os altos e baixos da força de vontade. Alguns estudos recentes sugerem que pode ser possível escolher como ter força de vontade por si mesmo, de diferentes maneiras.

Historicamente, os estudos sobre o esgotamento do ego centram-se em torno de quanto tempo um participante pode suportar uma segunda tarefa após a primeira execução de uma tarefa inicial.

A tarefa inicial é sempre centrada em torno do autocontrole do participante, assim os pesquisadores a consideraram a “tarefa de esgotamento”.

experimento com o ego

Pesquisas mais recentes sugerem que a tarefa inicial, a tarefa de esgotamento, faz com que um participante mude de uma necessidade de controle para uma necessidade de gratificação.

Assim, uma vez que ele chega à segunda tarefa, ele não está mais operando a partir do mesmo ponto de motivação. Essa mudança no processo de pensamento é chamada de “modelo de processo”.

O modelo de processo apoia a ideia de que o esgotamento do ego existe, mas também sugere que há mais por trás disso do que a hipótese: “Concluir uma tarefa te deixa cansado demais para fazer outra tarefa”.

Não é meramente assim tão simples. Talvez a energia do ego possa ser manipulada para se alongar mais do que os pesquisadores pensavam originalmente.

Se o esgotamento do ego não é a única, nem mesmo a melhor, explicação de como ter força de vontade, isto levanta novas dúvidas sobre como a força de vontade funciona e quanto controle você tem sobre ela.

Recondicione seu cérebro sobre com pensar sobre força de vontade

como ter força de vontade

Se a força de vontade realmente funciona como um músculo, não importa o tipo de esforço que te leva a usá-lo. Por exemplo, pode-se dizer que uma atividade divertida, como dançar, cansa tanto quanto um treino chato: seus músculos estão trabalhando a mesma quantidade se você gosta do treino ou não.

Reduzir as escolhas desnecessárias supostamente economiza força de vontade para decisões mais importantes.

Isso é parte da razão pela qual alguns caras muito bem-sucedidos, como Mark Zuckerberg, usam roupas parecidas todos os dias.

Mas pesquisas mostram que, embora as pessoas se sintam “esgotadas” depois de fazerem uma tarefa que consideram como trabalho, seu autocontrole permanece alto se reformulam a tarefa em sua mente como uma oportunidade para se divertir.

Se sua força de vontade se “esgota” ou não, pode ser consequência de sua atitude. Se você acredita que tem força de vontade ilimitada, é provável que isso acabe se tornando verdade. Sim, isso soa brega. Não balance a cabeça ainda: Há dados científicos que comprovam isso.

Vários estudos compararam como as pessoas com diferentes crenças sobre sua própria força de vontade realizam tarefas. Aqui está o que aprenderam sobre pessoas que acreditam que sua força de vontade é ilimitada:

  • Eles não precisam de altos índices de açúcar para trabalhar de forma eficiente. Uma série de três experimentos mostrou que os participantes que acreditavam em força de vontade limitada, realizavam uma tarefa melhor quando tomavam uma bebida doce em relação a quando bebiam uma bebida sem açúcar. Os participantes que acreditavam em um modelo de força de vontade ilimitada, no entanto, mantiveram o seu autocontrole alto bebendo ou não uma bebida doce.
  • Eles se recuperam depois de um dia difícil. Enquanto as pessoas que acreditam na teoria da força de vontade limitada esperam que vão estar exaustas e improdutivas no dia seguinte, os seguidores da teoria ilimitada definem metas de progresso mais elevadas. Eles acompanham esses objetivos, também, revelando um trabalho mais eficaz do que os que acreditam na teoria limitada de como ter força de vontade.
  • Eles continuam aprendendo e melhorando durante uma tarefa contínua bem depois do ponto em que outras pessoas começam a sentir-se “esgotadas”.

Parte da razão por trás dessas diferenças é que você age de maneira diferente quando acredita que a força de vontade é ilimitada.

Você procrastina menos e se prepara com mais eficiência. É mais provável que você considere a resolução de um problema algo desafiador e como uma experiência motivadora, em vez de uma tarefa exaustiva.

Se uma tarefa se desenrola com mais facilidade por causa de uma preparação melhor, é provavelmente mais fácil manter esse bom momento continuamente.

Exemplos da vida real

Claramente, vale a pena, do ponto de vista da produtividade, cultivar uma mentalidade de força de vontade ilimitada. Uma maneira de começar a repensar a força de vontade é encarar isso como uma emoção.

Você provavelmente riria da ideia de uma emoção como o amor ou a felicidade se “esgotar”. Por exemplo, você nunca recomendaria que um amigo se livrasse de seu cachorro para que ele pudesse investir seus recursos limitados de amor em um novo relacionamento. Nem passaria a manhã de seu aniversário de mau humor para poder “economizar” seus recursos de felicidade para a hora da festa, à noite.

Não há nenhuma razão para não pensar que sua força de vontade vai aumentar na hora que uma tarefa que você vê como emocionante surge.

Exceto, claro, quando sabemos que você não precisa se esforçar para amar o seu cachorro, mas você tem dificuldade em acompanhar uma dieta. Se a força de vontade é potencialmente ilimitada, por que nos sentimos esgotados?

Michael Inzlicht, pesquisador da Universidade de Toronto, explica que as crises de autocontrole acontecem quando dois de seus objetivos estão em conflito.

Sua resposta emocional determina sua escolha. Não é que você é completamente incapaz de resistir ao pote de sorvete no congelador. É mais provável que perder 5 quilos até o verão, para poder usar um biquini, seja um objetivo menos valioso para você do que degustar uma delícia gelada agora mesmo.

Uma possível chave para a força de vontade ilimitada é gastar mais tempo em projetos que você gosta, ou pelo menos se concentrar nos aspectos positivos de uma tarefa.

Quanto mais você puder estar em contato com atividades que o empolgam, melhores suas chances de manter sua motivação alta.

Você também pode fazer isso reconhecendo que não há problema em desistir de determinados objetivos. Se você não é capaz de reunir motivação emocional suficiente para fazer uma maratona inteira, se esforçar para conseguir correr 30 quilômetros pode te fazer sentir que vale a pena continuar.

Em um mundo perfeito, você pode preencher sua vida apenas com atividades que inspiram uma motivação genuína e poderosa. Na realidade, até mesmo o emprego dos seus sonhos geralmente vem com pelo menos uma tarefa desagradável.

Quando você não sabe como ter força de vontade e ela parece baixa, os hábitos diários podem ajudar, segundo alguns pesquisadores. Hábitos tendem a se tornar parte de nosso dia a dia, em vez de parecer uma obrigação.

Organizar uma rotina, como preencher um relatório chato logo depois daquele seu lanchinho da manhã, pode ajudar a usar o piloto automático seu favor.

Como ter força de vontade ilimitada na prática

força de vontade ilimitada

Pesquisadores como Inzlicht ainda reconhecem que dar prioridade a uma meta de longo prazo que você dá muita importância, sobre um impulso tentador momentâneo, exige esforço.

Mas o que você faz no seu tempo livre pode ajudar a como ter força de vontade alta.

Exercícios físico têm se mostrado, diversas vezes, com uma maneira de melhorar a função cognitiva e executiva (uma forma mais clínica de falar sobre como ter força de vontade).

O importante é ser consistente. Melhorias na força de vontade vêm com um hábito de exercício em longo prazo. Isso pode acontecer porque ao se dedicar, mesmo em dias chuvosos ou quando você está cansado, faz com que você se sinta mais confortável quando surgem pequenos inconvenientes.

Exercícios esporádicos, por outro lado, se ligam a efeitos positivos e negativos sobre a força de vontade, dependendo de fatores como a intensidade do treino.

As atividades de atenção plena, como a meditação, também têm sido associadas à como ter a força de vontade melhorada.

A ideia é que aprender a interpretar seus pensamentos e sentimentos imediatamente, sem julgamento, torna mais fácil reconhecer quando você está vulnerável à tentação e, o mais importante, responder a isso com autocontrole.

Você pode querer dar um jeito de sempre se lembrar desta sua nova crença recém-descoberta sobre como ter força de vontade.

Isso não significa que você tem que pendurar um cartaz motivacional com a imagem de um pico de montanha a atingir na sua mesa (se você achar legal, tudo bem…).

Mas se existe um símbolo ou um mantra que seja significativo de verdade para você, isso pode ajudar. O pesquisador Eric Miller e seus colegas descobriram que até sugestões sutis sobre força de vontade ilimitada podem ter um impacto a curto prazo sobre sua capacidade de conseguir essa força de vontade.

Pela mesma razão, é uma boa ideia observar como você conversa com amigos ou colegas de trabalho sobre a força de vontade. A pesquisa sobre modelos ilimitados de força de vontade indica que uma variedade de pistas mentais e emocionais podem afetar nossa capacidade de como ter força de vontade elevada.

Evitar conversas sobre sentir-se esgotado pode tornar mais fácil e mais rápido redefinir suas próprias expectativas em relação à sua força de vontade.

Como você se inspira para trabalhar em direção a grandes objetivos? Quanto sua atitude define sua produtividade do dia útil? Deixe a gente saber se você tem conselhos de como reinterpretar sua força de vontade!

Compartilhe esse artigo:

Postagens Relacionadas

Trello on various platforms

Using Trello at Work

Sign up for Trello Business Class to learn how your entire team can maximize productivity.

Saiba mais