Como lançar, sem stress, uma estratégia Go-To-Market no Trello

estratégia go-to-market
Com certeza um dos aspectos mais emocionantes de trabalhar com marketing é pegar um novo produto ou recurso que levou meses para ser desenvolvido e divulgá-lo para o mundo.

Muitas vezes, a campanha de comunicação inclui recursos divertidos, como landing pages incríveis, hashtags criativas e o Taco surgindo em seus quadros do Trello para fazer anúncios emocionantes. Não é demais?

Mas da mesma forma como você só tem uma chance de dar uma primeira boa impressão, você só tem uma chance de fazer um bom lançamento de produto ou funcionalidade nova. É por isso que ter uma estratégia de go-to-market forte é essencial para o sucesso.

Uma estratégia de go-to-market (GTM) para uma nova funcionalidade ou produto significa:

  • Definir seu mercado-alvo,
  • Desenvolver a proposta de valor, “Como isso ajuda nossos usuários?”
  • Criar mensagens eficazes em torno dessa proposta de valor e
  • Selecionar os canais de marketing apropriados para entregar sua mensagem.

Uma vez que esses detalhes são resolvidos, é importante coordenar com equipes internas e externas para entregar uma mensagem consistente e alcançar seus objetivos – que podem ser vender um produto, aumentar assinaturas, ou aumentar o engajamento do usuário.

Naturalmente, no Trello, fazemos todo o nosso planejamento de marketing e execução da campanha em um quadro do Trello, o que cria uma perspectiva compartilhada para todos, em todos os departamentos envolvidos no projeto.

Combinado com alguns Power-Ups essenciais, este quadro se torna o centro da campanha, desde o Desenvolvimento de Produtos, Engenharia, Marketing e Vendas, até o Suporte, para que todos possam acompanhar o que está sendo feito, compartilhar materiais e informações e colaborar para o grande lançamento.

Estratégia de go-to-market na forma de um quadro

quadro go-to-market

Muitos quadros Trello são configurados como um fluxo de trabalho onde cartões (vulgo: tarefas) se movem através de listas (vulgo: etapas) da esquerda para a direita, em direção a conclusão do projeto.

Mas os cartões também podem atuar como grandes repositórios de informações. O quadro “go-to-market” é uma mistura entre fluxo de trabalho e repositório de informação, com uma lista de “Informações úteis”, bem à esquerda, seguida das listas (etapas) necessárias para acompanhar os cartões, até que sejam enviados.

Aqui está o layout de como é usado:

lista de go-to-market

A lista de “Informações Úteis” é a primeira parada para qualquer pessoa  obter informações importantes sobre o lançamento, e é conhecida por evitar que centenas de perguntas sejam feitas por seus colegas.

Comece com um cartão “O que é isto?” que divulga a data de lançamento, todos os envolvidos no projeto, a quem encaminhar os pedidos e quais salas de chat foram definidas para discussão em torno do lançamento.

Você também deve criar cartões separados para enviar documentos e arquivos na lista “Informações úteis”. A criação de um documento com mensagens claras é essencial para garantir que todos os envolvidos no lançamento compreendam o que está sendo lançado, qual o tom da comunicação e quem é o mercado-alvo.

materiais para go-to-market

Os Power-Ups do Confluence e Google Drive permitem que você crie e anexe páginas e documentos aos cartões do Trello para que todos na equipe possam acessá-los e ver rapidamente quando foram atualizados pela última vez.

As pastas compartilhadas para materiais de design e marketing podem ser adicionadas a um cartão por meio dos Power-Ups do Dropbox, Google Drive ou Box, para que nada importante fique esquecido em uma drive qualquer. Ninguém quer ter as férias interrompidas porque a equipe não acha um .jpeg desaparecido!

O último cartão nesta lista de repositórios é o “Cronograma para o Dia do Lançamento”.

Considere este cartão o “controle da missão” onde tudo o que precisa ser coordenado no dia do lançamento é especificado minuto a minuto. A criação de um checklist vai ajudar você a acompanhar cada tarefa individualmente.

cronograma estratégia de go-to-market

Para cada item do checklist, inclua a hora em que um material está definido para ser lançado, uma descrição do que está acontecendo ou link para o cartão relevante e um @nomedapessoa que foi designada  essa tarefa.

Isso facilita que todos estejam cientes e prontos para que nada saia do planejado e, à medida que cada item fica pronto, esses itens do checklist são marcados como completos, até que tudo seja feito. (E isso é tão bom.)

A nova funcionalidade é lançada

O restante do quadro  é o fluxo de trabalho para todas as tarefas que precisam ser concluídas, indo até (e muitas vezes além) da data de lançamento.

Para este fluxo de trabalho eu gosto de manter as coisas bastante simples, com quatro listas: fazer, em andamento, pronto para o lançamento e lançado.

passos da estratégia de go-to-market

Crie cartões na lista “fazer” para os trabalhos que precisam ser feitos e adicione os membros da equipe aos cartões pelos quais eles são responsáveis.

Se você estiver trabalhando com agências externas, você também pode convidá-la a colaborar no quadro para ter tudo organizado em um só lugar, e manter sua estratégia de go-to-market sempre em operação.

Para se certificar de que todos estão no caminho certo, defina datas de entrega nos cartões para que você não acabe com um atraso inesperado um dia antes do lançamento.

Além disso, incentive as pessoas a adicionar checklists nos cartões para dividir seu trabalho, quando necessário. Dessa forma, você pode ver o progresso das tarefas sendo feitas.

Quando um membro do quadro começar a trabalhar em um cartão, ele pode arrastar o cartão para a lista “em andamento” e, depois, arrastar para a lista “pronto para o lançamento”, quando estiver completo.

A grande vantagem de gerenciar sua estratégia de go-to-market durante um projeto como este através de um quadro do Trello é que você pode ver o status de cada cartão individual num piscar de olhos: o que está mais distante, quais trabalhos estão progredindo e o que está pronto para enviar.

Isso não só mantém as coisas mais claras do que em uma sequência de e-mails sem fim, que você precisa percorrer toda hora, mas também torna as reuniões de equipe bem mais fáceis, porque os gerentes não precisam mais fazer check-in em cada pequeno detalhe.Eles já sabem o que está acontecendo apenas olhando o quadro. Este processo não apenas reduz o tempo de reunião, como também mantém todos mais tranquilos.

6 maneiras de dar um “Power-up” no seu time

agenda go-to-market

Anteriormente no post mencionei que usar os Power-Ups do Google Drive, do Dropbox ou do Box para gerenciar materiais, é uma forma fácil de compartilhar arquivos.

Mas a diversão organizada não para por aí! Aqui estão outros Power-Ups fundamentais para personalizar seu fluxo de trabalho no Trello e conseguir a máxima colaboração quando estiver usando sua estratégia de go-to-market em campanhas:

  1. Use os cartões para conversar com o Power-Up do Slack, assim você pode manter a conversa centrada em torno da tarefa em andamento. Crie e atualize os cartões diretamente do Slack, defina lembretes e adicione alertas de atividades do quadro para enviar atualizações automáticas para canais específicos do Slack.
  2. Check-ins regulares, ou standups, são reuniões rápidas onde todos na equipe podem compartilhar o que eles fizeram, no que eles estão trabalhando, e qualquer coisa que esteja travando o trabalho. Configure uma sala de reuniões via chat de vídeo para seu quadro go-to-market com os Power-Ups do Appear.in e join.me.
  3. O Power-Up do Calendário mostra todos os cartões de preparação para o lançamento com datas de entrega na forma de calendário. Os cartões com as datas de entrega já marcadas como feitas serão excluídos, assim você pode ver em uma sexta-feira o que deveria ter sido concluído na última terça-feira.
  4. Enquanto o e-mail pode ser literalmente a pior coisa para colaboração interna em um projeto, ainda é uma excelente ferramenta de marketing externo! Ative o Power-Up do MailChimp para acompanhar projetos de newsletters e anexe campanhas aos cartões para mostrar estatísticas atualizadas diretamente do seu quadro do Trello.
  5. A fim de avaliar o sucesso de um lançamento, é muito importante ouvir a voz de seus clientes. Com o Power-Up do Twitter você pode anexar tweets nos cartões e se envolver com sua comunidade pelo Trello. Também facilita o acompanhamento dos feedbacks dos usuários e ter uma relação de pessoas engajadas para contatar nos futuros testes beta do produto.
  6. Você também pode querer acompanhar as datas de início e término de uma grande campanha de marketing.c Com o Power-Up dos Campos Personalizáveis, você pode adicionar datas extras aos cartões (assim como campos de texto e números, caixas de seleção e listas suspensas), tudo isso podendo ser exibido opcionalmente na frente dos cartões.

A receita secreta do quadro pronto

Antes de eu te deixar começar a usar sua estratégia go-to-market com o Trello, tem uma última dica que eu guardei na manga:

Assim que você tiver seu quadro go-to-market configurado para suas necessidades específicas, não vá reinventar a roda cada vez que um lançamento novo aparece.

Faça uma versão modelo do quadro e copie-a sempre que tiver uma nova campanha para realizar.

quadro modelo go-to-market

À medida que você for experimentando e aperfeiçoa seu processo, atualize o modelo para que nada se perca nos detalhes. Para ajudar você a começar, eu mesmo criei um quadro modelo que você pode copiar. Depois de copiar o quadro, sinta-se à vontade para adaptá-lo para sua equipe e compartilhá-la com outras pessoas!

Quais são os seus segredos quando usa uma estratégia go-to-market? Compartilhe com a gente nos comentários.

Compartilhe esse artigo:

Postagens Relacionadas

Trello on various platforms

Using Trello at Work

Sign up for Trello Business Class to learn how your entire team can maximize productivity.

Saiba mais