Mais Rápido e Melhor: descubra o que as pessoas mais produtivas do mundo pensam

produtividade
O autor best seller do New York Times Charles Duhigg já revolucionou o modo como nós pensamos sobre os nossos hábitos graças ao seu livro O Poder do Hábito. Agora, ele está indo além da produtividade. Em seu novo livro, Mais Rápido e Melhor, Duhigg investiga o porquê algumas pessoas são simplesmente melhores em ter mais tarefas executadas que outras mesmo tendo a mesma quantidade de tempo disponível.

Nós sentamos com ele para desvendar alguns desses padrões de produtividade e esperamos aprender o segredo de como estar sempre a todo vapor.

Você passou meses entrevistando experts para seu livro Mais Rápido e Melhor em relação ao assunto de fazer as coisas acontecerem. Então, qual, em sua opinião, é a definição de produtividade?

Produtividade não é algo que tenha um padrão objetivo. Produtividade é o que as pessoas definem como útil para elas. Produtividade muda de dia para dia, de pessoa para pessoa e de lugar para lugar. Um sábado produtivo é totalmente diferente de uma terça produtiva.

No centro de tudo que sabemos sobre a ciência da produtividade, o primeiro passo para se tornar produtivo, é passar um tempo descobrindo o que produtividade realmente significa para você.

O que produtividade realmente significa é: você saber quais são seus objetivos e ficar perto de alcançar eles sem ter a sensação de que está desperdiçando seu esforço e tempo. Na verdade, você sente que está fazendo o trabalho que realmente importa para você e no momento que você desejou executá-lo. Tudo isso sem ter que fazer grandes sacrifícios ao longo do caminho.

duhigg“No centro da produtividade está o sentimento de que você está fazendo o trabalho que realmente importa para você, no momento que você quis executá-lo e sem ter que fazer grandes sacrifícios ao longo do caminho.” 

-Charles Duhigg, Autor Best Seller do New York Times

No seu livro Mais Rápido e Melhor você afirma que estamos vivendo uma mudança econômica similar a Revolução Industrial. Isso muda a forma como pensamos sobre produtividade?

Sim. Estamos vivendo por essa revolução econômica e a maioria dos economistas concordam que será tão profunda quanto a Revolução Agrária ou a Revolução Industrial em termos de como vivemos e trabalhamos e como nossas vidas sociais funcionam. E o que acontece durante toda revolução econômica é que a definição de produtividade é, na verdade, o que está sendo revolucionado.

Antes da Revolução Industrial a mais importante unidade de medida de produtividade era a hora. Como você passou a sua hora? E o melhor jeito de ser produtivo antes da Revolução Industrial era simplesmente ter terras. Se você possuísse uma terra e tivesse acesso a mão de obra barata, você teria horas de várias pessoas para usar na sua terra. Então, você era super produtivo, super bem sucedido e rico, mesmo se você ficasse sentado bebendo Gin e Tônica o dia inteiro.

Livro mais rápido e melhor

A Revolução Industrial mudou tudo isso. De repente, simplesmente passar horas em uma tarefa assim como sua habilidade nela já não importam tanto. Porque se você pode inventar uma máquina que pode trabalhar mais rápido que 5 pessoas, consequentemente essa máquina está realizando a tarefa de forma mais eficiente, então não importa se você tem mais horas. O que importa é você ter mais máquinas. Mais máquinas inteligentes nessa tarefa. Talvez não seja nem uma máquina que você precise, talvez você só precise organizar melhor o layout da sua fábrica, como uma linha de montagem, e então você começará a produzir mais rápido.

E agora nós estamos vivendo essa Revolução Econômica, quer você chame de Revolução do Conhecimento ou Revolução Tecnológica, algo está acontecendo agora que está mudando a definição de produtividade. No centro disso está o debate do que produtividade realmente é. As pessoas tem que tomar mais o controle em decidir por elas mesmas o que produtividade realmente é.

Como essa atual revolução difere da que vimos antes?

Existe uma tendência em dizer coisas como: “Antigamente as coisas eram mais fáceis”. Mas a verdade a respeito disso é que as pessoas sempre sofreram com a produtividade.

Eu não acredito que esse sentimento de estar sobrecarregado seja exclusivo dessa geração. O que acredito que seja único dessa geração é a grande quantidade de distrações ou a famosa “correria” que agora todo mundo está. Isso significa que é mais fácil se sentir sobrecarregado e ocupado.

Então, precisamos esclarecer as noções de produtividade e de estar ocupado sempre. Mesmo em 1.950, se você estivesse ocupado 8 horas por dia isso provavelmente significava que você tinha sido produtivo por 8 horas durante o dia. Já nos dias de hoje, mesmo se você estiver ocupado por 14 horas ao dia, você pode não ter feito nada de importante.

As várias formas de distração ou a famosa “correria” explodiram agora. Isso significa que é mais fácil se sentir sobrecarregado e ocupado.

Não é que os humanos não estejam preparados para isso. É que essa mudança é ao mesmo tempo boa, porém difícil. E você não tem a chance de escolher em que época nascer e todos nós estamos vivendo essa Revolução Econômica, o que é animador e ao mesmo tempo nos deixa ansiosos.

E você pode controlar essa ansiedade aprendendo sobre produtividade: como ser mais produtivo, como pensar sobre produtividade e aprendendo como ter controle das escolhas que você está fazendo. É uma construção de hábitos que vai ajudar como pensar mais profundamente.

Como você se sente sobre ferramentas de produtividade? Sim ou não?

O e-mail era o sistema original de coordenação atemporal. O benefício do e-mail é que você pode enviar uma mensagem para alguém e ele pode responder quando tiver um tempo livre, ao contrário de ter que estar disponível quando você faz uma ligação. Todos nós podemos concordar que existem vários benefícios nisso. Quando estou sentado no aeroporto eu posso enviar mensagens para meu time e dizer: “Ei, nós pensamos sobre isso? Vamos tentar e também vamos ficar alinhados sobre o projeto [x]”.

Dito isso, eu não acho que exista alguém no mundo que diga enfaticamente que o e-mail é um bom presente para a humanidade. Ele leva a maioria de nós a loucura.

Uma das razões que usamos o Trello é que eu viajo bastante e nosso time trabalha separado. Eu uso o Trello também para o meu podcast para o New York Times.

Ter um podcast não é o meu trabalho principal. Talvez exista algumas semanas que eu sequer vejo as pessoas que trabalham comigo no podcast. Então, as razões que usamos soluções tecnológicas como Trello e Slack é que elas ajudam a gente a nos organizar e nos ajudam a manter o time produtivo. Se eu estou sentado em um aeroporto e são 22:30 eu não posso ligar para alguém porque é muito tarde. Mas eu ainda posso fazer aquele tempo ser útil e produtivo usando uma ferramenta atemporal como o Trello.

No seu livro Mais Rápido e Melhor, você tem um excelente capítulo sobre trabalho em equipe, com exemplos do Google. Como a produtividade difere quando se trata de trabalhar em equipe ou em um ambiente de grupo?

Muito disso tem a ver com processos. É sobre criar uma atmosfera onde pessoas possam manter sua individualidade, possam expressar suas preocupações, críticas e também novas ideias e pensamentos loucos. Tudo sem ter que se preocupar se isso vai irritar as pessoas do time ou se vão julgar a pessoa que teve a ideia.

O que o Google descobriu e é comprovado cientificamente é que existe uma norma nos grupos conhecida como: Segurança Psicológica. Segurança Psicológica é a ideia de que você pode trazer sua versão completa para o trabalho e que você pode ser você mesmo. E o grupo irá ouvir você sendo você mesmo e não vão ser contra isso. O grupo irá ouvir e absorver seus pensamentos e então torná-los melhores.

Existem dois ingredientes que fazem a Segurança Psicológica funcionar: você tem que criar uma cultura onde todos sejam pessoas comunicativas. E tem que ser um ambiente onde todos sintam que estão participando da conversa.

Você também deve ter outro componente chamado de escuta analítica. Simplesmente escutar alguém não é o suficiente. Você tem que mostrar que está escutando. Você pode fazer isso dando sinais não verbais (linguagem corporal), repetindo o que a pessoa disse para você, elogiando sua ideia ou pegar a ideia dela e elaborar algo em cima disso.

Mais rápido e melhor

Então, dito tudo isso, qual é o verdadeiro segredo da produtividade?

Uma grande parte do processo é você se expor para o conhecimento de novas maneiras de pensar possíveis.

O livro Mais Rápido e Melhor foi construído ao redor dessa ideia básica que a ciência nos conta que as pessoas mais produtivas não são desse jeito porque trabalham duro, ou porque se sacrificam mais ou porque elas são super humanos ou porque são mais inteligentes.

Elas são mais produtivas porque desenvolveram hábitos mentais, o que os psicólogos às vezes chamam de “rotinas mentais cognitivas” que os levam a pensar mais profundamente sobre as escolhas que estão fazendo. A melhor maneira de aprender como pensar melhor é expor você mesmo a mais ideias e, mais especificamente, a lições que explicam a você como pensar de forma diferente e se expor também a hábitos ao redor de como pensar diferente de maneira constante.

O segredo literal para a produtividade é alguém dizer: “Humm… eu nunca tinha pensando sobre isso dessa maneira.”

Veja também: Hábitos de sucesso matinais por quem entende de produtividade

Compartilhe esse artigo:

Postagens Relacionadas

Trello on various platforms

Using Trello at Work

Sign up for Trello Business Class to learn how your entire team can maximize productivity.

Saiba mais