Os 10 Maiores Mitos Sobre o Trabalho Home Office

trabalho home office

O trabalho home office está em ascensão. Acredite ou não, os funcionários estão optando por mais 30 minutos de olho fechado do que 30 minutos no trânsito (ou mais de 1 hora se você mora em cidades como São Paulo e um pouco longe do trabalho). Acontece que eles preferem refeições caseiras em uma mesa de cozinha do que sanduíches e marmitas ou o famoso “quilo” da esquina. Eles também estão escolhendo trabalhar em intensa colaboração com os colegas de equipe do que ficar fofocando no cafezinho. Resumindo: o trabalho home office está funcionando.

De acordo com uma pesquisa Gallup de 2015, 37% da força de trabalho dos EUA trabalha remotamente, e esse número só tende a crescer. Outra pesquisa, sobre o ecossistema de startups, traz dados interessantes sobre as 20 cidades no mundo campeãs de home office (o Brasil emplacou uma cidade na lista). No entanto, equívocos e estigmas persistem sobre o trabalho home office, coisas como a roupa de trabalho (quem trabalha em casa ao menos se veste?) e o nível de compromisso (se eles não ligam nem para ir ao escritório, eles, possivelmente, não se importam muito com nada).

É hora de acabar com esses estereótipos. Para os pessimistas do trabalho home office, estão aqui 10 mitos totalmente falidos sobre esta prática em crescimento.

Mito 1: Trabalho Home Office Significa Declínio de Produtividade

declínio de produtividade

É fácil supor que alguém que trabalha remotamente é mais distraído, porque não tem um chefe do lado para manter o controle sobre ele. Mas, um estudo realizado pela Harvard Business Review prova o contrário, observando algumas empresas, notaram um aumento da produtividade do trabalhador de 13,5% depois de permitir o trabalho home office.

Alguém que trabalha fora do escritório tem menos distrações para enfrentar, como o famoso “efeito sala do cafezinho” e a sensação de estar sendo sugado para longe de sua mesa para bater papo na copa ou comer um pedaço do bolo de aniversário de um colega. Os trabalhadores remotos não têm essas interrupções e nem perdem o tempo necessário para se concentrar novamente depois delas.

Mito 2: Os Funcionários Estão Fora de Contato

fora de contato

Só porque os trabalhadores home office não estão em um escritório não significa que eles estão fazendo um piquenique em algum lugar. O seu trabalho está totalmente ligado a uma empresa que opera durante o horário comercial, com uma equipe com horários baseados em um dia de trabalho bastante normal de oito horas. De acordo com Maren Donovan, CEO da Zirtual “Os negócios e o trabalho definem os prazos e as necessidades das pessoas.”

Em uma pesquisa realizada pela TINYpulse sobre a satisfação e a produtividade dos trabalhadores remotos, gritantes 52% relataram ter contato com seu gerente pelo menos uma vez por dia, com um adicional de 34% que se reportam uma vez por semana ao gerente.

Assim, é improvável que um trabalhador home office possa gastar três horas no meio do dia para uma passada na academia sem repercussão perante seus gerentes.

Mito 3: Trabalho Home Office Significa que os Dados de sua Empresa Não Estão Seguros

falta de segurança de dados

Muitos temem que a transferência de informações e dados da empresa para computadores em servidores inseguros vai levar a quebras na confidencialidade. Isto simplesmente não é verdade. A tecnologia avançou de tal forma que uma equipe de TI qualificada pode manter este tipo de problema em um nível mínimo.

Há uma grande quantidade de soluções seguras sendo desenvolvidas por equipes de TI em todos os lugares. Comunicar-se com os funcionários com aplicativos baseados em nuvem significa que a segurança é terceirizada para programas de software controlados, e as equipes de TI podem monitorar e controlar sem a necessidade de acesso à máquina física de um funcionário. Além disso, as boas práticas de segurança, como a criação de autenticação de dois fatores e redes privadas virtuais (VPN), garantem que a informação está bloqueada e incapaz de ser violada por pessoas não autorizadas.

Como muitos argumentam, alguém que tem a intenção de roubar informações irá fazê-lo independentemente do seu local de trabalho. Esta, como muitas outras questões sobre o trabalho home office, são problemas com as pessoas, e não problemas com a localização.

Mito 4: A Comunicação Fica com Ruído

comunicação ruim

Quando alguém trabalha remotamente isso não significa que a qualidade da comunicação vai decair. As telecomunicações removem opiniões pessoais sobre as outras pessoas e ajudam os funcionários a focar no trabalho que interessa. No entanto, para que isso funcione, os gerentes precisam definir expectativas claras e também as ferramentas de comunicação adequadas, caso alguém optar por trabalhar home office.

Há também uma tendência crescente de empresas que usam trabalho remoto em grande escala de fornecerem métodos digitais de socialização entre os colaboradores. São criados intencionalmente períodos de tempo para um bate papo casual “no cafezinho” através de chamadas de vídeo, sem relação com o trabalho, por canais do Slack (canais de animais de estimação, crianças e esportes são sempre um sucesso) e reuniões informais fora da empresa. Estas são algumas das maneiras das equipes remotas estimularem a comunicação e se sentirem conectadas.

Mito 5: As Reuniões não Funcionam

Como outras formas de comunicação, reuniões, na verdade, tornam-se muito mais eficazes quando realizada via Skype, Zoom, ou outra tecnologia.

Quando as pessoas necessárias para realizar um trabalho ou projeto estão convivendo no mesmo espaço diário, há uma sensação de que a atenção da equipe e a capacidade de trabalhar em uma iniciativa são ilimitadas. Equipes remotas, no entanto, estão ainda mais conscientes e preparadas para trabalhar de casa e enfrentar diferenças de fusos horários e das cargas de trabalho quando há um tempo específico definido para um determinado projeto.

Mito 6: Trabalhadores Home Office São Solitários

isolamentoTrabalho home office não significa se esconder em um porão durante o dia todo. É verdade que tem gente que trabalha remotamente e pode optar por trabalhar sozinho em sua casa de vez em quando. Mas isso não é sua única opção. Cafés, bibliotecas e espaços de coworking são extremamente populares entre estes trabalhadores “sem-escritório”.

Novos sites como o Workfrom estão agregando o feedback dos trabalhadores remotos para fazer uma curadoria dos melhores locais públicos para realizar seu trabalho remoto. Há mesmo startups com foco em trazer trabalhadores home office para espaços vazios, como restaurantes que só abrem à noite, durante o horário de trabalho.

O aspecto social do trabalho é mais livre, mas certamente não diminuiu em um ambiente de trabalho home office.

Mito 7: Trabalho Home Office Aumenta Custos

Algumas pessoas assumem que as preocupações de TI realmente vão aumentar os custos ao se empregar um trabalhador remoto. No geral, isso simplesmente não é verdade. Digamos que possa haver custos adicionais iniciais se for preciso enviar mesas e equipamentos a alguém que ficará alocado em um local remoto. Na maioria das vezes, porém, os trabalhadores remotos acabam por serem mais baratos.

Os custos indiretos realmente diminuem, porque os escritórios podem ser menores, reduzindo o dinheiro gasto com altos aluguéis, móveis, manutenção e manutenção do escritório, além de café, alimentos e máquinas copiadoras. Isso, sem falar na “emissão de carbono”, que é reduzida na empresa devido à diminuição de deslocamentos dos empregados.

Mito 8: A Cultura da Empresa é Afetada

cultura da empresa

É um argumento válido que a camaradagem no escritório não é a mesma quando alguns da equipe trabalham fora. Mas o que faz uma empresa ser grande não é a fofoca no cafezinho – que pode, esta sim, realmente fazer a sua cultura organizacional ser afetada – mas a forma como os funcionários são tratados e o valor que lhes é demonstrado. Ajustes simples na estratégia de comunicação amenizam este problema completamente.

Gestores precisam fazer um esforço consciente para mostrar a importância que eles dão a cada membro da equipe, se eles não estão disponíveis para um bate-papo diário, não é isto que vai arruinar culturas positivas.

Mito 9: Funcionários Home Office Trabalham 24/7

Só porque alguém não chega ou sai fisicamente de um escritório todos os dias, não significa que ele nunca desliga. Quem opta pelo trabalho home office mantém horários semelhantes aos seus homólogos do escritório e as mesmas expectativas de equilíbrio entre vida e trabalho devem ser esperadas deles.

Da mesma forma, para quem é amigo de pessoas que fazem trabalho remoto, não é só porque elas trabalham de casa ou longe de um escritório que são as pessoas ideais para um happy hour às 5 da tarde ou para te acompanhar até o aeroporto quando visitar a cidade onde elas estão alocadas. Elas ainda têm um trabalho para ser feito!

Mito 10: O Netflix Fica Rolando o Dia Todo

netflix fica ligado

Os colaboradores remotos provavelmente apreciam o mesmo ruído de fundo que os colaboradores no escritório, tipo deixar o rádio ou Spotify em segundo plano. No entanto, este grupo também tende a compensar a sua falta de contato pessoal colocando mais regras estruturadas em seu dia a dia.

Quem faz trabalho home office conta que eles realmente colocam uma calça todos os dias e acham que é tão difícil para eles quanto para os trabalhadores no escritório, na hora de se concentrar e permanecer produtivo, se estiverem assistindo ao seu programa favorito na TV.

Você está trabalhando remotamente? Compartilhe suas experiências com a gente! Participe da comunidade Trello no Slack e diga-nos o que você pensa sobre o trabalho home office.

Compartilhe esse artigo:

Postagens Relacionadas

Trello on various platforms

Using Trello at Work

Sign up for Trello Business Class to learn how your entire team can maximize productivity.

Saiba mais