A Técnica do Mapa Mental: Como definir metas mais produtivas

Carta mental

Já sentiu a sensação que suas metas são ricas em potencial, mas um pouco escassas em resultados produtivos?

Às vezes você só precisa tirar as coisas da sua cabeça e do mundo para visualizá-las de verdade. Essa é exatamente a estratégia por trás da criação de mapas mentais, uma técnica de definição de metas que dispõe visualmente seus planos, interesses e aspirações.

Um mapa mental é um diagrama que organiza visualmente informações ao ramificar ideias a partir de um tema central, realçando as conexões entre todo o conceito e suas partes. É uma criativa, dinâmica e flexível forma de fazer brainstorming sobre suas metas em diferentes áreas da sua vida com todas as perspectivas em vista — e pode acreditar que funciona.  

Afastando-se do Pensamento Linear

Jenny Blake, ex-gerente de desenvolvimento de carreira no Google e autora do livro  PIVOT: The Only Move That Matters is Your Next One (PIVOT: O único movimento que importa é o próximo, tradução livre), é uma campeã do método de criação de mapas mentais. Ela acredita que é a melhor forma de chegar a fundo na raiz do que é mais importante para você e te libertar das limitações típicas do pensamento linear.

A vida raramente segue um caminho linear, por essa razão que as definições de metas também não irão seguir. Quando se trata de marcos como por exemplo o crescimento profissional, fatores que envolvem tecnologia, automação e distribuição de trabalho movem o ponteiro para o que parece ser uma típica “carreira”. Essa realidade é o que levou Jenny a escrever e lançar a estratégia de PIVOT, que ajuda profissionais a ficarem ágeis e atingirem os seus objetivos.

Sabendo como criar um mapa mental para ganhar perspectiva em todas as aspirações da sua vida, vai ajudar você a fazer conexões e desenhar conclusões que ultrapassam o limite da forma tradicional de definir metas. Nós conversamos com a Jenny para saber suas melhores dicas na hora de criar um mapa mental próprio:

O bê-a-bá do Mapa Mental

Trello: Por que é importante que a gente pare para mapear nossas metas? Por que você acha que as pessoas evitam ou negligenciam fazer planos pessoais?

Jeny: Nós precisamos de uma nova palavra para metas. Para muitas pessoas, metas tornou-se um termo associado a deveres, algo parecido com os objetivos de final de ano que a gente define e esquece, só para nos cobrarmos nos próximos seis meses. Por isso que eu amo criar mapas mentais para ter uma visão mais expansiva — Os mapas mentais permitem você escrever qualquer coisa e tudo que vem na sua mente sobre várias áreas da sua vida .

Jenny Blake“Nós precisamos de uma nova palavra para metas. Para muitas pessoas, metas tornou-se associado a deveres, algo parecido com objetivos de final de ano que a gente define e esquece, só para vencermos nos próximos seis meses do caminho.”

 

 

O que seria mais animador para você perseguir em áreas como trabalho, saúde, conhecimento, relacionamentos, diversão ou projetos criativos? Se uma meta e suas sub-metas são úteis para você, de qualquer forma, anote-as.Mas para mim, a real meta tornou-se trabalhar em algo tão ressonante que eu fique animada em passar um tempo fazendo isso todo dia, não importa o que seja.

O mapa mental me proporciona um espaço para pensar livremente, e de tempo em tempo, checar em que eu posso dar pequenos próximos passos a frente.

Trello: Quais são os principais passos para seguir ao criar um mapa mental?

Jenny: Escreva um tema no centro da página, como “2018”, ou “valores” ou um projeto criativo ou qualquer outra coisa que você gostaria de pensar de forma visual e não de forma linear. Com isso, desenhe raios para categorias de itens.

Se você estiver planejando intenções para o próximo ano, escreva áreas da sua vida que são importantes para você. Se for um projeto criativo ou um livro, escreva nele tópicos temáticos que você gostaria de fazer um brainstorm em maiores detalhes.

A partir dos raios principais desenhados, escreva de forma livre qualquer coisa que venha na sua mente para os raios terciários – podem ser ideias específicas ou metas para cada um dos temas que você escolheu, ou podem ser motivos ou palavras-chave sobre o porque essas ideias são boas para você ou o impacto que você gostaria que elas tivessem – ou os dois.

Dica extra: não existem regras! Deixe sua caneta passar por toda a página e tente não se censurar. Quando você pensar que acabou, continue — isso significa que você capturou as suas ideias mais óbvias.

Trello: No seu livro, PIVOT, você fala sobre como pequenos passos para a mudança são fundamentais para fazer um grande movimento. Como uma pessoa deve aplicar essa estratégia ao definir suas metas?

Jenny: Para toda meta ou área do mapa mental, faça essas duas perguntas: qual próximo passo que teria o maior impacto? E qual passo pequeno eu deveria dar na próxima semana? Se você focar somente nessas duas coisas, semana após semana, você vai ter dado um enorme impulso rapidamente.

Trello: Quando as metas já estão definidas, elas não podem ser mudadas?

Jenny: De jeito nenhum; as metas devem ser fluidas. Mantenha a visão para o resultado, mas tenha certeza que você está gostando do processo. Se você não está, é um sinal — um convite para você mudar sua abordagem e aprender algo novo sobre você no processo.

Trello: Depois que o mapa mental estiver completo, qual o próximo passo? Como nós podemos usar isso para nos manter no caminho certo e atingir nossos objetivos?

Jenny: Coloque em um lugar onde você consiga ver, ou pelo menos revisite o mapa mental em poucos meses. Não se preocupe em acompanhar isso super de perto (a menos que essa estratégia funcione para você); muitas das ideias que você capturou vão ficar em seu subconsciente e vão começar a funcionar sem que você mesmo perceba.

Você pode também definir um check-in mensal do seu mapa mental consigo mesmo (com um lembrete no Calendário do Google) que você possa revisar e determinar qual pequeno próximo passo vai te motivar mais.

Como Criar um Mapa Mental no Trello

Exemplo de carta mental

Os mapas mentais são geralmente desenhados no papel, mas criar um mapa mental no Trello é uma forma fácil de explorar o conceito. Pode ser também uma referência digital do seu mapa mental que é acessível a qualquer hora pelo seu computador ou seu celular. Apenas siga esses simples passos e você vai ter um brainstorm em pouco tempo:

  1. Escolha um nome para o quadro que referencie o tema, projeto ou prazo para o mapa mental.
  2. Configure cada lista para representar uma área diferente da sua vida que é importante para você.
  3. Crie um cartão para cada ideia, meta ou palavra chave que te inspire, e coloque isso na lista da área correspondente.
  4. Seja criativo adicionando imagens de capas inspiradoras para os cartões e imagens de backgrounds para dar a sensação “visual” ao quadro.
  5. Se você tem links de vídeos, artigos ou imagens que expandem sua inspiração, adicione eles aos cartões, ou escreva em notas e ideias que apareçam.
  6. Use checklists para destrinchar as metas em passos acionáveis, defina datas de entrega se você quer configurar uma data limite e convide colaboradores para o quadro se quiser dividir a responsabilidade com parceiros!
  7. Se você quer uma forma de experiência mais livre, considere liberar um Power-Up como o SmartDraw para criar o diagrama ou desenhar um mapa mental direto no quadro.

Exemplo de carta mental

Revelações: Jenny e seu time usam o Trello para gerenciar as tarefas e ideias do dia a dia, mas ainda não tentaram usar para criar um mapa mental. De qualquer forma, ela acha que seria um método interessante de construir perspectiva em metas:

“Trello é uma forma super funcional e fluida de transcrever um mapa mental feito à mão em algo acionável. Eu amo a ideia de ter quadros diferentes para áreas do mapa mental, e acompanhar dinamicamente movendo os cards para cada um, dando check assim que eles são finalizados (e quem sabe até mesmo tendo um quadro “realizado” para que você possa comemorar o quão longe você já foi).” – Jenny.

Por que não mudar sua perspectiva na definição de metas agora    mesmo? Copie esse exemplo de Quadro de Mapa Mental, customize com as dicas acima e comece a explorar uma vida de possibilidades!

Leia também: A Psicologia do Checklist: Por Que Estabelecer Pequenas Metas Nos Motiva Para Realizar Tarefas Maiores

Compartilhe esse artigo:

Postagens Relacionadas

Trello on various platforms

Using Trello at Work

Sign up for Trello Business Class to learn how your entire team can maximize productivity.

Saiba mais